Pages

1 de fev de 2011

Uma quarta-feira "alucinígena"



Em 20 de janeiro de 1996, na cidade de Varginha, Minas Gerais, autoridades brasileiras teriam capturado seres alienígenas. Até hoje a cidade explora o turismo com a história, porém nenhum registro comprova a versão da invasão de seres estranhos e assustadores de outro Planeta. Balela, piada, ficção ou pura realidade? Quem sabe jamais se descobrirá. Cada um com suas convicções e crenças. Tenho minha opinião...

Acredito na existência de um ser com as características de um dito E.T.. Posso afirmar que já vi um. Em gravações, mas vi. Está lá para quem quiser conferir. Basta acessar o Google, o Youtube. E o cara ainda fala português. É Ronaldinho, o mais esquisito dos jogadores de futebol que se tem registro. Estranheza pela tamanha habilidade com a bola, por possuir genialidade única. E cá pra nós, pela beleza ímpar. Ninguém nega, ninguém contesta. É verdadeiramente um extraterrestre.

Hoje, dia 2 de fevereiro de 2011, Ronaldinho vestirá pela primeira vez o Manto – definição originada em referência à camisa do Flamengo e atualmente incorporada na linguagem futebolística. R10, como assina o esquisito Ser, deve misturar seu poder alienígena com a bola nos pés ao Manto, o pano vermelho e preto que alucina multidões e capaz de provocar tremor até em outras galáxias. Quando o E.T. vestir o vermelho e preto teremos um encontro “alucinígena”, sobrenatural. Terráqueos, preparem-se para a Invasão!!



25 de jan de 2011

Copinha que nada... É quase um Mundial!


Achou o título do texto um exagero? Então, você não é rubro negro de verdade. Ser a melhor equipe no esporte predominante num país de mais de 190 milhões de pessoas não é para qualquer um.  Vale como Mundial.
Não vi o jogo, porém fiquei minuto a minuto recebendo e enviando torpedos para um amigo, que me passava os lances da final da Copa São Paulo de futebol juniores, a carismática Copinha, em dez, doze caracteres.  Apesar de vibrar com o feito, não fiquei surpreso pela conquista da molecada. Após o passeio de bola sobre os alunos do Coxa, já fazia ideia que o troféu iria parar na Gávea.
Surpresa mesmo foram os inúmeros telefonemas, torpedos e e-mails e recebidos ao fim do jogo. Todas as mensagens vinham acompanhadas de entusiasmo, afinal é o prenúncio de anos com elenco ao melhor estilo “Craque o Flamengo Faz em Casa”. Some a isso R10, Thiago Neves e Luxa.
Em 1990, quando levamos o primeiro título da Copinha, tivemos craques que, no mesmo ano, nos levaram à Copa do Brasil, que tinha outro 10, Zico. Dois anos depois, o Penta, e um novo ídolo como líder: Júnior.
A aposta nestas coincidências explica tamanha euforia. Tem gente que me disse que estou sonhando. Eu aviso: essa molecada já é realidade, assim também R10...

Luxa, a cozinha é sua

Não adianta inventar. No futebol é assim. E no Flamengo isso é ainda mais forte. Luxa sabe como ninguém como preparar um grande banquete. Um feijãozinho com arroz tá mais que bom. Um prato insosso ninguém come. Muito sal pode prejudicar. O tempero cabe ao Chef. Certeza é que os ingredientes são suficientes para suprir a fome por títulos do tamanho da barriga dos rubro negros.

13 de jan de 2011

FLA , MKT E R10 SEM PARÁGRAFOS...


Era para ser apenas uma resposta a um blog. Acabou virando post do “sempreamado”.
Veja minha opinião a partir da notícia que segue:

 
                                                     FLA , MKT E R10 SEM PARÁGRAFOS...
Não sejamos ingênuos. Qual é o investidor que faz caridade? Todos buscam retorno financeiro e, nesse caso, o retorno será proporcional ao risco. Aos clubes que não dispõem de recursos próprios, o único caminho é a parceria. O que quero dizer é que o poder de barganha não está com o Flamengo. Temos uma marca fabulosa e os ditos clientes, porém não temos capacidade de investimento. A Traffic tem e é dela a condição em dizer que R10 venha pra cá ou vá pra lá. Não seria diferente com Grêmio e Palmeiras, ambos sem recursos. Por tudo isso, acho que a vinda dele é saudável para as finanças do Clube. Haverá aumento da receita do patrocínio Master (da camisa). É natural. O efeito Copa do Mundo 2014 por si só promoverá a valorização dos patrocínios e tal, no entanto, por sorte ou cautela, ainda temos uma remuneração variável disso. Pouco, mas temos. O que vamos alcançar com o R10 não tem preço: ganho de imagem, valor agregado, novos torcedores, etc. Isso não se perde. Assim como levaremos tempo para apagar a má impressão do Bruno, do conceito de períodos conturbados na Gávea, enfim. Outra coisa que vamos ganhar na Era R10 será a logística. Vamos aprender a fazer marketing esportivo de verdade. Na marra, mas vamos. E após a aposentadoria do craque, teremos a condição de continuar a ganhar dinheiro. Se R10 não resolver em campo, pode resolver fora dele. Mesmo sem jogar, sua imagem vende, faz casquinhas gastarem seus tostões e até, como diria Bezerra da Silva, "morcego doar sangue e saci cruzar as pernas". O salário de R10 é altíssimo, fora dos padrões da Gávea. E isso não tem milagre. É um toma- lá-dá-cá que faz isso ser possível. Tenham a certeza que a Traffic ganhará muita grana (e tomara que ganhe mesmo), mas R10 veio para marcar época também. E o Flamengo ganhará atributos e vantagens para sempre... Ou alguém tem dúvida que o Flamengo ganhou, ganha e continuará ganhando muito dinheiro com a Era Zico, por exemplo?


Venda de produtos licenciados, pay-per-view, bilheteria e, mais importante,
valor agregado à marca: é a Era R10 no marketing do Fla.

11 de jan de 2011

O Carnaval será em Vermelho e Preto

No futebol não tem essa de "fio de bigode". É no papel mesmo. Após longos dez dias de uma novela quase sem fim, acaba de ser oficializado o anúncio que todos rubro negros aguardavam ansiosos: R10 é do Mengão.
Só falta escolher o samba...

Vou repetir algo que escrevi por aqui: não sou lá tão fã do futebol do Gaúcho. Porém, suas qualidades como homem de marketing chegam como uma luva para um clube que cansou de apanhar em 2010 - dentro e fora de campo. R10 é um dos únicos que pode despertar o gigante Clube de Regatas Flamengo para o mundo dos business, afinal o cara é foda, é show. E veio em hora apropriada. Ele dará a contribuição que precisamos para fechar um patrocínio master de valores astronômicos e de longo prazo. E será por ele também que vamos reconquistar torcedores mirins, carentes de um ídolo com tamanha identificação. 


O Rio amanhecerá ainda mais alegre.
E o Brasil também.


Temos a faca e o queijo em mãos. Torço para que R10 reencontre a alegria de jogar futebol e viva intensamente o sol do Rio de Janeiro. Que Ronaldo, agora Carioca, entre no enredo e coro da maior torcida do mundo e, no mesmo compasso, faça dos próximos três anos e meio o mais alegre Carnaval do planeta com o Manto Sagrado.

6 de jan de 2011

Flamengo é Flamengo...

Alguém tem certeza para qual clube vai R10? Não vale chute. Aposto que depois de hoje, nem mesmo ele saiba.
O que deu para perceber em toda a novela envolvendo a contratação do craque é de que R10 vende e, sem bem utilizado, pode ser a saída financeira para qualquer clube do Brasil. Particularmente, nunca fui muito fã do futebol do cara. Acho um brilhante malabarista e uma figura simpática. Na carreira, tem lances geniais, jogadas fabulosas.

Porém, sob pena de sofrer duras críticas de quem admira em demasia seu futebol, arrisco em dizer que Ronaldinho é o melhor jogador de todos os tempos... do Playstation.

Ronaldinho fez muito mais nos games que dentro de campo. Fez mais festa nas noites e baladas que em comemorações de títulos (principalmente no Brasil). Mas mesmo assim, gostaria de vê-lo no Fla. Tamanha incoerência no meu comentário tem único motivo: grana, bufunfa. É com Ronaldinho “Carioca” que vejo a alternativa para mexer de vez com o departamento de marketing do maior clube do Brasil. R10 vale mais fora de campo e é a novidade que precisamos para agregar valor à marca Flamengo. A Olympikus deve estar mais ansiosa que os torcedores. Em 2009, a figura de Adriano fez a vendagem do Manto bater recordes mundiais. R10 repetiria a dose.

Sem definição de nada e incerteza de tudo, nos resta esperança naquele sorriso quando questionado sobre Flamengo, na declaração de Claudio Perrout no twitter e no silêncio de Patrícia Amorim. É aguardar...

Até a próxima terça-feira vamos ficar na angústia, lendo blogs e notícias, tuitando e retuitando tudo que envolve R10. Eu vou ficar quieto até lá, já satisfeito pela simples frase dita pelo craque na entrevista de hoje à tarde. Disse ele: “Flamengo é Flamengo...”.

http://www.youtube.com/watch?v=of35SXAQZ6Q

27 de dez de 2010

Pior que foi não fica!!

Reza, nêgo!

Ufa! Terminou. Por alguns momentos, cheguei a pensar que 2010 atormentaria o futebol do Rubro Negro por um bom tempo. Porém, esse já foi. É hora de planejar um 2011 para as vitórias e sem intempéries.  E meus votos são para que...
Gestão Patrícia Amorim
Ela não disse a que veio, ainda. Tem um ano pela frente para reinventar e buscar o novo, tudo bem diferente do que fez até aqui. A contratação de Zico, então seu único mérito, virou em tragédia quando deixou o Rei da Gávea sair do jeito que foi. Torço por ela porque sou Flamengo e também por já ter vivido a experiência de um Edmundo Santos Silva, mas que ela pisou feio na jaca, isso pisou.
Luxemburgo
O cara sabe tudo de futebol e, percebe-se, ama o Clube. Talvez na mesma proporção que ama o Poker e o dinheiro da compra e venda de jogadores. Se ele acertar nas contratações e dispensas e deixar o carteado de lado possamos alcançar o sucesso.  A bola tá contigo, Luxa!
Elenco
A ferida do Juan picou mula. Como diz um amigo, Bruno tá no curso de curió. Pet e Angelim são quase estátuas. Precisamos valorizar as revelações Negueba e Diego Maurício, renovar com o capitão e ídolo Léo Moura e torcer para que o tal Botinelli não seja um novo Sambueza ou Maxi “primo do Messi”.
Goleiros
Lomba é um bom goleiro – deu mostras disso. Chegará sua vez. Temos um ano em que não podemos fazer testes. 2010 foi quase trágico e segurança em determinados setores de campo é fundamental, a começar pelo gol. Felipe é rubro negro, mas sua principal virtude é que ele bate, mas não mata. Se ficarmos com uma foto-legenda nas páginas policiais, no máximo, estaremos no lucro. 

Tijolinho
Um tijolinho de cada vez. É assim que devemos ajudar, fazer o mais querido do Brasil ter, enfim, um CT de gente grande. Quem comprou pode criticar. Quem não o fez, nem em blog fala do assunto. Eu acredito que dê certo, nem que espere por 20 anos. Se depois de tudo que fizeram, o Galinho comprou, façamos o mesmo.
Falando nele
Que Zico tenha saúde e motivação para chegar ao fim do ano como candidato a presidente do Clube.
Mais Sonhos
Ibson, Renato Augusto, Ronaldinho Gaúcho, Love, etc. Sonhar não custa nada, no entanto vamos ficar mais que satisfeitos se os que ganham acima de R$ 100 mil honrarem seus salários e, principalmente, o Manto.
Títulos
Uma Sulamericana, com vaga à Libertadores, já estaria de bom tamanho. E que um sacode pra cima do Fluminense em uma final de Estadula teria peso de Mundial Interclubes, isso teria.  E pra finalizar: sem essa de zona de rebaixamento, "pelamordedeus".

Até ano que vem!!